segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Tô inspirado, desculpem...

 

Desculpem. Esse post vai ser longo.

 

Glock filho da puta, acabou com o sonho de muito brasileiro. E por quê? Porque não sabe escolher o pneu certo pra andar numa pista semi-seca [ou semi-molhada]... Porra! Ganha milhões e faz uma cagada dessas? Ou será que se assustou com a flecha de prata que vinha atrás de você?! TÁ COM MEDINHO? Chorão...

Parabéns, Massa! A sua corrida foi brilhante. Você é um maestro, definitivamente.

--

Corrida de Live for Speed, larguei em primeiro entre os 14 carros do grid. Vejam só como foi apertada a classificação:

ky1fo8fu3

Mas, na primeira bateria tocou o telefone e eu me desconcentrei. E na segunda bateria, eu recebi um SMS, e me desconcentrei também... Eu tava vindo bem! Mas faz parte!

 

Valeu, rapaziada!!!!!!!!!!!!!

--

Por que a gente tem que ser legal com as pessoas que nos chateiam? Por que a gente tem que ser educado com pessoas mal educadas com a gente? Por que a gente tem que escrever coisas bonitas e pequenas mentirinhas pra continuar mantendo contato com pessoas interessantes? Por que as pessoas desinteressantes pra gente sempre estão perto, enquanto as outras não estão? Por que é tão difícil dizer não? Por que as pessoas sempre nos pedem SHOW ME SOME POSITIVITY, sendo que é extremamente complicado ser positivista em uma situação de caos e terror extremo? Por que eu tento falar com pessoas que foram muito importantes para mim e já nem sequer pensam mais em mim [quer dizer, eu acho...]? Por que tem tantas perguntas na minha cabeça e ninguém pra respondê-las? Por que é que eu sei que alguém vai responder do jeito que eu gostaria de ouvir, mas não é a realidade? Por que eu não posso ser feliz com a mulher que eu amo? Por que é que eu não encontro essa mulher? Por que eu estou sendo tão filho da puta nesses últimos nove meses? Por que eu tenho que ser o HITCH duma garota que me interessa? Por quê? Eu devia fazer psicologia, não marketing. Droga!

De repente eu vejo que desejar estar solteiro não foi lá uma boa escolha que eu fiz pra mim.

--

Ouvir música aquieta a alma, acalma os pensamentos, descansam os olhos e massageiam os ouvidos. MESMO SENDO UM ROCK PAULEIRA! Até pagode eu tô aceitando. Ler também ajuda bastante pra mim. Estou lendo três livros agora. São contos, fantasias, nada real nem verdadeiro.

--

ACABEI DE ENCONTRAR UMA AMIGA!

Um comentário:

Michelle Mayeen disse...

Então temos duas pessoas cheias de inspiração para escrever, porque não há impulso criativo maior do que o início de um descontentamento.

Também estou frustrada com o mesmo assunto, porque namorei alguém que cita vários tipos de mulheres em um post e eu não consigo me encontrar em nenhuma delas rs. Frustrada porque namorei alguém com quem ainda quero estar, que me faz companhia de uma forma única e é pra mim muito importante, mas que eu não consigo ver.
Já que ele não me ama nem é meu Hitch, é bom apenas encontrar-se comigo. Seria mais simples, menos dolorido e mais acolhedor, mas não menos agradável nem menos importante.
Deve ser uma daquelas coisas tão simples que beiram o impossível.
A gente busca respostas para perguntas quando o que falta é mesmo a companhia de alguém.
Eu fico frustrada, muito frustrada, com vários problemas mas também com relacionamentos, e inexplicavelmente eu sinto vontade de estar perto de você no meio de tudo isso.
Sinto vontade de te chamar para irmos ao cinema, e ficarmos numa boa, porque já estivemos perto como amigos e foi muito doce.
Eu te chamo pra perto e não consigo te buscar.
Eu sou teimosa, muito teimosa, e eu insisto em te dizer que vejo sempre o seu blog, leio sempre suas mensagens. Gosto de você, gosto de conversar com você, e mesmo não sendo mais sua namorada, confesso que a vontade de te ver é a resposta imediata para quando tenho meus conflitos internos e recorrentes, que são bem como os que você vive esses dias.